Enxaqueca, saiba que nem toda a dor de cabeça é enxaqueca.A Clínica da Dra. Nidia Pires é especializada no tratamento de Enxaqueca, Cefaleia e outras condições neurológicas.

A enxaqueca é uma forma de cefaleia vascular causada por um desequilíbrio no cérebro e envolve uma série de reações químicas. Existe ainda um fator hereditário que contribui para o surgimento das crises nos pacientes. A incidência da enxaqueca é de cerca de 6% na população masculina e de 18% na feminina.

As crises de enxaqueca podem durar de 4 a 72 horas e vão de moderadas a intensas. Os principais sintomas são: dor pulsante de um lado da cabeça, náuseas e vômitos, sensibilidade à luz ou sons e em alguns casos podem as crises podem ser precedidas pela aura.

A aura é uma manifestação que precede a dor e dura em média 5 a 20 minutos. Durante este período a pessoa pode experimentar sensações como distúrbios visuais semelhante a luzes piscando, flashes, visão borrada, alteração de sensibilidade em partes do corpo, percepção de cheiros e objetos inexistentes.

Existem diversos fatores que podem ocasionar uma crise de enxaqueca, veja a lista abaixo:

  • Jejum ou omissão de uma das refeições ou até comer muito rápido;
  • Excesso ou redução de horas dormidas. Pensar na qualidade do sono;
  • Fadiga;
  • Abuso do hábito de fumar;
  • Mudanças de altitude, clima ou temperatura (ar condicionado);
  • Alterações hormonais, com, por exemplo, durante o ciclo menstrual, menarca, menopausa e pílula anticoncepcional;
  • Ansiedade, depressão, medo ou stress de modo geral. Lembrar que tensão física nem sempre se relaciona a grandes problemas;
  • Andar de carro, ônibus ou metrô;
  • Computador, videogame e TV;
  • Perfumes e odores em geral;
  • Excesso de luminosidade ou barulho;
  • Exercício físico principalmente com sol e calor em excesso;
  • Café, chocolate, refrigerantes com cafeína (Coca-Cola, Pepsi, etc.), achocolatados e alcoólicos, especialmente o vinho;
  • Laticínios, queijos temperados;
  • Grãos, amendoim, girassol, gergelim, lentilha, nozes;
  • Temperos prontos com glutamato monossódico, salgadinhos industrializados.

Mantenha o hábito de anotar o fator que desencadeou uma crise e passe a evitá-los. O diagnóstico da enxaqueca é clínico e é feito através do relato dos sintomas e do histórico do paciente ao médico.

A toxina botulínica tipo A é um dos tratamentos que, quando bem indicado, pode ajudar a diminuir as crises de enxaqueca ou sua intensidade, além de possuir menos efeitos colaterais que os medicamentos convencionais. Leia mais aqui.