Distonia era até pouco tempo uma palavra desconhecida pela maioria das pessoas.A Clínica da Dra. Nidia Pires é especializada no tratamento de Distonia. Saiba mais sobre essa condição e seus sintomas.

A distonia é uma desordem neurológica que se caracteriza por espasmos musculares involuntários que produzem movimentos repetitivos e postura anormal. Os espasmos podem afetar pequenas partes do corpo, como olhos, pescoço ou mãos (distonia focal), duas partes vizinhas como pescoço e braço (distonia segmentar), um dos lados inteiros do corpo (hemidistonia) ou todo o corpo (distonia generalizada).

As causas da distonia ainda são desconhecidas, entretanto, algumas teorias tentam explicar o seu surgimento. Acredita-se que a distonia primária, que não é consequência de nenhuma outra doença ou lesão, é causada por uma patologia no Sistema Nervoso Central. A parte do cérebro afetada é aquela responsável pela função motora. A distonia crônica também pode apresentar um fator genético para o seu aparecimento. 

A distonia secundária é causada por doenças ou acidentes que provoque lesão em certas partes do cérebro.

Os principais sintomas da distonia podem começar de forma suave e passarem despercebidos, com o agravamento da doença aumentam sua frequência e intensidade. Vejam quais são eles:

  • Tremores;
  • Cãibras;
  • Dificuldade de pegar e manusear objetos (canetas, lápis, etc);
  • Espasmos musculares involuntários;

Apesar de não existir uma cura, a distonia pode ser tratada com medicamentos e fisioterapia. Atualmente, a Toxina botulínica tipo A é o melhor tratamento para a maior parte delas e pode ser indicada pelo neurologista para promover o relaxamento de determinadas musculaturas e melhorar a mobilidade do paciente.